Bolsonaro quer contratar serviços de nuvem digital

MARCELLO CASAL JR AGENCIA BR

O governo Bolsonaro segue na linha de privatização. Desta vez, pretende contratar serviços particulares de nuvem digital, ignorando as estruturas públicas de Tecnologia da Informação, como Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) e Dataprev.

Há uma grande possibilidade de que dados de todos os brasileiros – hoje armazenados em centros dessas estatais, com forte esquema de segurança – fiquem sob controle de empresas transnacionais que dominam o mercado de dados no mundo. 

No total, serão gastos R$ 245 milhões no processo de licitação para contratar os serviços que abrangem 140 órgãos e entidades. A primeira fase, com previsão de contratação no valor de R$ 55 milhões, é referente a dados de 25 órgãos.  Lembrando que, por lei, a Dataprev e a Serpro não podem participar das licitações. 

Fonte: Sindicato dos Bancários da Bahia

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil