Porto alegre registra manifestações antifascista

Captura de Tela 2020-05-26 às 08.39.32

Foi a terceira ação antifascista deste tipo na cidade. As duas primeiras foram em 03 de maio e 17 de maio.

Pelo terceiro domingo consecutivo, dezenas de manifestantes antifascistas realizaram um protesto, na tarde do último domingo (24), nas proximidades do Comando Militar do Sul, no centro de Porto Alegre, contra a ameaça de intervenção militar e de um golpe de Estado defendida por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Entoando palavras de ordem como “fascistas, fascistas, não passarão”, “recua, fascista, recua, é o poder popular que está na rua” e “fora Bolsonaro”, os manifestantes conseguirão fazer recuar uma carreata de apoiadores de Bolsonaro que pretendia passar pela rua Bento Martins.

Participaram do ato, integrantes de movimentos populares, entidades sindicais e de torcidas organizados do Inter e do Grêmio. Os vídeos do protesto antifascista em Porto Alegre rapidamente se espalharam pelas redes sociais, ainda na tarde de domingo, ganhando manifestações de apoio por todo o país.

“É um momento importante para retomar o espaço das ruas, obviamente respeitando as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS), pensando a questão da nossa proteção e a proteção do nosso povo, mas necessitamos apresentar para esses setores que eles não vão estar nas ruas sozinhos”, disse a representante da Frente Brasil Popular, Suélen Gonçalves.

“Acredito que uma meia dúzia de bolsonaristas continua sendo fiel, mas isso vem diminuindo, contra milhares de brasileiros que estão insatisfeitos e não querem mais o Bolsonaro na presidência do País”, destacou a representante da Frente Povo Sem Medo, Priscila Voigt.

Integrantes do Batalhão de Choque da Brigada Militar realizaram uma barreira nas proximidades do prédio do Comando Militar, mas o ato transcorreu sem incidentes.

Foto: José Carlos Daves

Com informações do Sul 21