Regras para volta às aulas serão anunciadas na próxima semana e devem priorizar ensino à distância

20200514-13161931_1845276_gd

Os protocolos que orientarão o retorno da volta às aulas no Rio Grande do Sul não serão anunciados nesta sexta-feira (15), conforme inicialmente previsto pelo Governo do Estado. Segundo o governador Eduardo Leite (PSDB), os protocolos agora deverão ser anunciados na próxima semana e visam reduzir a possibilidade de contágio no ambiente escolar.

“Devemos programar o retorno às aulas com prioridade ao ensino à distância, mas com algum nível de participação presencial para manter vínculos da criança e do jovem com a escola e professores, mas de forma regrada”, afirmou Leite, durante transmissão de vídeo pelo Facebook.

Leite ponderou que, para muitos pais que começam a retornar ao trabalho, o retorno às aulas é importante para ter onde deixar os filhos, mas, por outro lado, esse retorno pode levar o vírus para dentro de casas onde os alunos vivem com idosos ou têm pais pertencentes ao grupo de risco. “Muitas famílias podem ter exposição ao vírus, na medida em que as crianças, indo à escola, podem entrar em contato com quem está contaminado e, assim, trazer o vírus para dentro de casa”, reconheceu o governador.

Segundo ele, entre as possibilidades que estão em estudo, está a divisão de turmas e a redução de horários, de modo a diminuir a circulação de público e melhorar a higienização da escola. “Tudo isso está sendo observando nos protocolos que estamos estruturando”.

Durante a transmissão, Eduardo Leite destacou que a observação dos números da pandemia no Estado determinará as decisões relativas à abertura das escolas. “Se não houver condições mínimas de segurança, evidentemente não vamos colocar crianças, jovens, professores, funcionários, tanta gente em risco no nosso Estado”.

Fonte: Sul21

Foto: Divulgação/Governo do Estado