Mídia e Manipulação

Fresh-Disinformation-Rafa-Alvarez

Há algum tempo, fiz uma espécie de desafio a alguns caras que conheço e que possuem uma visão um tanto ingênua acerca do papel e comportamento dos poderosos meios de comunicação.

Alguns já me deram retorno, admitindo: quem assiste em determinado dia a um jornal televisivo, de certa maneira assiste a todos. Porque em vários deles (globo, sbt, record, band…), O que varia, no máximo, é a ordem de apresentação e um pouquinho o enfoque. Isso porque TODAS elas passam – de modo sensacionalista, manipulado e sem profundidade – um pequeno leque de notícias que teriam movimentado o país e o mundo naquele dia e momento. Mas há por trás disso, um “FILTRO”, que envolve o GRANDE CAPITAL PATROCINADOR desses veículos de comunicação de massas.

De tal modo, que se pode afirmar que quem PATROCINA, também PATROLA… então, se o Banco X patrocina o jornal e surge alguma DENÚNCIA, por exemplo, de Trabalho ESCRAVO nas terras de um Diretor deste Banco, a notícia NÃO SERÁ VEICULADA… simples assim: Porque feriria os Interesses ou imagem deste Patrocinador.

Vê-se com isso que o CAPITAL controla o JOGO. E aquilo que entra em Rota de COLISÃO com os Interesses deste CAPITAL será DESCARTADO. Do mesmo modo, se determinados VENENOS de Lavoura (agrotóxicos) patrocinam alguma Emissora, notícias que se choquem contra os Interesses dos produtores desses venenos igualmente serão DESCARTADAS.

Há, portanto, uma RIGOROSA seleção (FILTRO) que serve como ponto de partida para o JOGO de MANIPULAÇÃO em torno da MÍDIA. O que reforça a tese de que NÃO EXISTE LIBERDADE DE IMPRENSA, porque TUDO esbarrará nos Interesses do CAPITAL PATROCINADOR.  Daí deriva toda uma movimentação em torno do próprio poder formal…a MIDIA com tal perfil praticamente ELEGE e DERRUBA quem o CAPITAL quiser…

Durma-se com um barulho desses…

* Álvaro é poeta, escritor e funcionário da Caixa