Cesta básica tem aumento de 7,7% em Pelotas

Design sem nome – 2020-12-02T092852.307

O valor do cesto básico, em Pelotas, teve um aumento de 5,43%, passando de R$ 960,13 para R$ 1.012,28 no mês de novembro. O produto que mais aumentou foi da Laranja com acréscimo de 33,91% no quilo, enquanto que o quilo do tomate teve redução de 25,09%.   

Ração Essencial 

A ração essencial registrou um aumento de preços na ordem de 7,77%. Em novembro, estes produtos passaram de R$ 475,62 para R$ 512,58. A pesquisa compara os preços de 13 produtos que devem atender as necessidades de uma pessoa durante o mês, assim como o gasto mensal que um trabalhador teria para comprá-los. 

A pesquisa de preços dos 51 produtos que compõem o Cesto Básico é baseada em estudo do Núcleo de Pesquisa e Estatística do Centro de Estudos e Pesquisas Econômicas (IEPE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), determinada a partir de informações da Pesquisa Orçamento Familiar (POF) tendo como base as despesas de famílias da Região Metropolitana de Porto Alegre que recebem de um a 21 salários mínimos. 

Confira as principais alterações de preços:  

AUMENTOS:   

 Laranja kg: 33,91% 

 Batata inglesa kg: 30,29%  

 Repolho branco unidade: 26,97%  

 Cebola kg: 18,61% 

  Maça kg: 16,45%     

QUEDAS:    

Tomate kg: 25,09%  

 Alface pé: 9,79%  

 Margarina 500 g: 5,56% 

 Presunto magro fatiado kg: 5,20%  

 Mamão formosa kg: 2,08%   

 ESTÁVEIS: 05 Produtos  

Achocolatado em pó 400 g, Amaciante de roupas 2 litros, Cigarros, Desodorante e Sal.

Fonte: ASCOM – Prefeitura de Pelotas

Arte: Seeb Pelotas