Trabalhadores saem frustrados do GT de Saúde do Itaú

gt saude

O banco não deu nenhum retorno efetivo às reivindicações dos trabalhadores Os representantes dos trabalhadores do Itaú saíram frustrados da reunião do Grupo de Trabalho (GT) de Saúde, realizada na sede da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), em São Paulo, na última quinta-feira (12). O encontro foi marcado para a direção do banco trazer os retornos das reivindicações apresentadas em julho. Porém, o banco não trouxe retorno algum. O primeiro assunto abordado foi parcelamento da antecipação prevista na cláusula 29. A proposta…

Leia Mais

Itaú: Adesão ao PDV está acima do esperado

pdv

Milton Maluhy, vice-presidente de finanças e risco do Itaú Unibanco, não liberou o número exato de adesões O vice-presidente de finanças e risco do Itaú Unibanco, Milton Maluhy, afirmou que o programa de desligamento voluntário (PDV) do banco teve adesão acima do esperado pela instituição. “Temos um conjunto de cerca de 7 mil funcionários elegíveis e o porcentual de adesão dentro desse universo está acima do esperado”, disse ele, em reunião com analistas e investidores, na tarde da última terça-feira, 3. Maluhy não abriu, contudo,…

Leia Mais

Transformação digital do setor bancário ‘nos angustia toda noite’, diz presidente do Itaú

bancos-itau-20121004-03-original8

O presidente do Itaú Unibanco, Roberto Setubal, afirmou que o banco não tem as respostas que deseja, dentro do cenário de grande transformação no setor financeiro, mas que está aberto a se reinventar e se adaptar. “Estamos vivendo um mundo de grande transformação. Não temos resposta para o que queremos e isso nos angustia toda noite… Fintechs estão batendo na nossa porta todo dia. Estamos discutindo bastante isso no banco”, admitiu o presidente, em reunião com analistas e investidores, na tarde da última terça-feira, 3.…

Leia Mais

“Tempos modernos” instauram clima de terror no Itaú

2019-08-30

Empresa mais lucrativa do país, o Itaú está instalando um clima de terror por causa da reforma trabalhista, do avanço da automação dos processos e do plano de demissão voluntária. Os bancários estão inseguros e adoecendo por causa das mudanças. A reforma trabalhista, que prometeu “modernizar” as relações de trabalho e criar seis milhões de empregos, está gerando apenas precarização e insegurança no mercado de trabalho e também no Itaú. A nova lei legalizou a terceirização sem restrições e a pejotização – contratação de empregados…

Leia Mais

Bancários do Itaú humilhados ao serem demitidos em São Paulo

bancarios_do_itau_humilhados_na_demissao

Bancários de São Paulo denunciaram, recentemente, dois casos de funcionários que sofreram humilhações idênticas no momento das suas demissões. É preciso estar atento ao assédio moral aos bancários em todo o país. Por isso, repercutimos a informação do acontecido na regional Penha-Tatuapé e alertamos os bancários gaúchos, sobretudo os de Pelotas e Região, para a necessidade de denúncia de casos como esse, caso ocorram em suas agências. Em um dos casos, o bancário paulista conta que, após atender um cliente, o GRA pediu para darem uma volta…

Leia Mais

Banqueiros chegam a ganhar 800 vezes mais que bancários

salario-desigual

Itaú, Bradesco e Santander pagam as maiores remunerações do país. Mas para membros das suas diretorias executivas. A maior delas, que inclui os salários mensais e também bônus e outras vantagens, é paga a um membro da diretoria do Itaú: R$ 46,880 milhões, o equivalente a quase R$ 4 milhões por mês, segundo a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O valor corresponde a 832 vezes aquilo que recebeu um escriturário do Itaú no mesmo ano. Cargo de menor remuneração na carreira bancária, os escriturários ganharam…

Leia Mais

Acordo Marco do Itaú avança em clausulas para evitar o assédio moral e o assédio sexual

whatsapp-image-2019-06-06-at-11-42-14

Outra cláusula debatida é a que trata de evitar qualquer tipo de discriminação no emprego A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a UNI Américas Finanças e representantes de Sindicatos da Argentina e Colômbia estiveram reunidos, na quarta-feira (5), com representantes do Itaú para continuar a agenda de negociações de renovação do Acordo Marco firmado com o banco em outubro de 2018. O secretário de Relações Sindicais da Contraf-CUT, Roberto von der Osten, explica que “o Acordo Marco é um documento que estabelece…

Leia Mais

Bancos privados discriminam mulheres com mais de 40 anos

bancos-privados-discriminam-mulheres-com-mais-de-40-anos_7c8accedb93c5e5ee169c11d81a18b43

​Levantamento do Dieese mostra que participação de mulheres no quadro funcional cai 7,8 pontos percentuais após elas completarem 40 anos Uma pesquisa realizada pela subseção do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sociais (Dieese) na Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) aponta que a participação das mulheres no quadro funcional dos bancos privados reduz 7,8 pontos percentuais após os 40 anos de idade. Até os 39 anos elas ocupam 56,4% dos postos de trabalho. Após completar 40 anos esse percentual cai para 48,6%.…

Leia Mais

Lucro do Itaú chega a R$ 6,9 bi no 1º trimestre de 2019

bancos-itau-20121004-03-original8

Rentabilidade do banco foi de 23,6%, a maior entre os três maiores bancos privados do país O banco Itaú obteve um Lucro Líquido Recorrente de R$ 6,9 bilhões no 1º trimestre de 2019, crescimento de 7,1% em relação ao mesmo período de 2018 e de 6,2% no trimestre. De acordo com o banco, o crescimento da margem financeira com clientes foi o principal destaque positivo, devido crescimento das carteiras de pessoas físicas e micro, pequenas e médias empresas. A rentabilidade (retorno recorrente sobre o Patrimônio…

Leia Mais

Itaú paga R$ 8,5 milhões para encerrar processo por manipulação nos mercados futuros

bancos-itau-20121004-03-original8

O Itaú Unibanco e o Banco Itaucard vão pagar R$ 8,5 milhões à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para encerrar um processo envolvendo manipulação de preços nos mercados futuros de cupom cambial e de swap cambial. (Por Ângelo Pavini da Arena do Pavini) Marco Antonio Sudano, então diretor da Tesouraria do Itaú, e Carlos Henrique Donega Aidar, então diretor de Finanças do Itaucard, vão pagar R$ 250 mil cada um. As propostas foram feitas no âmbito do Processo Administrativo Sancionador CVM SEI nº 19957.005918/2018-10, instaurado pela Superintendência…

Leia Mais