Greve Geral promete grande mobilização em Pelotas

greve geral

A Greve Geral, que ocorre nesta sexta-feira, 14, promete mobilizar a cidade de Pelotas. Trabalhadores de diferentes setores aderiram à mobilização e irão paralisar suas atividades em defesa do direito da população brasileira à aposentadoria digna e à educação pública.

Conforme definido em assembleia geral, realizada no dia 6 deste mês, os bancários de Pelotas e região aderiram à Greve Geral e, em função disso, os bancos estarão fechados durante todo o dia de amanhã.

A expectativa é de que, a partir da madrugada desta quinta-feira (13), o transporte coletivo paralise as suas atividades. O setor da educação também aderiu à paralisação e, portanto, o Instituto Federal Sul-Riograndense (IFSul) e a Universidade Federal de Pelotas, assim como as demais escolas públicas, estarão de portas fechadas.

A Greve Gral, prevista para ocorrer em todo o país, vem sendo convocada pelo movimento sindical desde o dia 1º de maio e reforça os direitos reivindicados anteriormente nas paralisações dos dias 15 e 30 do mês passado. A mobilização nacional tem como principal pauta a luta contra o projeto da Reforma da Previdência e os cortes dos recursos para a educação superior realizados pelo governo Bolsonaro.

O dirigente do Sindicato dos Bancários de Pelotas e Região, César de Lima de Melo, reforça a importância da greve e convida a categoria para participar das atividades. “Convidamos todos os bancários a comparecerem na plenária  que acontece hoje, na sede do Sindicato,  para organizar a forma que a greve será conduzida, pois os bancos estarão fechados”.

A plenária de organização ocorre nesta quinta-feira, dia 13, às 17h, na sede do Sindicato – rua Tiradentes, 3087.

Imprensa Seeb Pelotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *