Nova diretoria do Sindicato é empossada

_MG_6704

Consciente dos desafios que se apresentam, em meio à conjuntura atual, a direção do Sindicato, que apresenta uma renovação de 25%, tomou posse, nesta quinta-feira, dia 16 de maio.

Ao empossar a nova diretoria, o presidente do Sindicato da Alimentação, Lair de Mattos, chamou à atenção para o passado de luta e resistência dos bancários de Pelotas e Região. “Em sua trajetória, esta entidade nunca recuou de seus compromissos com os bancários. Enfrentou dois regimes autoritários e, toda vez que um novo desafio se apresenta, os bancários saem ainda mais fortes”, disse, ao enfatizar a importância do Sindicato dos Bancários para o movimento sindical da zona sul do estado.

Em sua fala, a diretora da Fetrafi-RS, Denise Falkenberg Corrêa, que está se despedindo da direção do Sindicato, relembrou os momentos de luta e conquista que presenciou ao longo das mais de três décadas junto à diretoria. “Quis o destino que a responsabilidade por conduzir a categoria, nesses tempos sombrios, recaísse sobre este grupo aguerrido que assume a partir de agora. Estou me despedindo da direção do Sindicato com a certeza de que a categoria seguirá muito bem representada”, ressaltou.

Ao lembrar a lógica privatista do atual governo, destruindo a Previdência e as relações de trabalho, o presidente da APCEF, Marcelo Carrión, se disse preocupado com o momento que o país atravessa, mas chamou a atenção para as manifestações em defesa da educação, as quais, segundo ele, devem injetar um novo ânimo no movimento sindical.

“A APCEF tem muito orgulho de ser parceira do Sindicato, porque existe um entendimento comum de que a luta também se dá em âmbito cultural. A luta não se faz com armas, mas com educação e cultura, como estamos mostrando, para todo o país, desde as manifestações em defesa da educação”, evidenciou Carrion ao saudar a Tertúlia Bancária e a Mostra de Talentos Bancários. “Nós temos saída. A luta se faz no dia a dia. Quando construímos atividades culturais estamos lutando. É, principalmente, pela cultura, que a gente consegue desenvolver olhares capazes de transformar a realidade em que vivemos e consolidar a democracia”, finalizou.

Seeb Imprensa Pelotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *