Em reunião, Itaú ficou de dar resposta sobre PCR

coe-do-itau-cobra-resposta-sobre-pcr_4b339bc1ec5bd7b708540c02c21e3ef2

O Itaú se comprometeu a dar resposta à COE (Comissão de Organização dos Empregados) sobre a proposta de PCR (Programação Complementar de Resultado) no dia 6 de dezembro, quando acontece reunião em São Paulo.

Na negociação, ocorrida nesta quinta-feira (29/11), a COE reforçou a proposta para que o PCR passe a distribuir 2% do lucro líquido do banco aos funcionários.
Vale lembrar que o último valor pago a título de PCR, no dia 20 de setembro, foi de R$ 2.662,66 por bancário.

A COE ainda reivindicou o reajuste do valor da bolsa de estudo concedida pelo banco, que hoje é no valor de R$ 390,00 para 5.500 empregados. A empresa ficou de dar resposta também no dia 6, assim como informações sobre o turnover de funcionários.

Sobre o Agir, usado para definir a remuneração variável dos trabalhadores, a representação dos bancários prepara uma pesquisa para que a categoria avalie o programa e faça indicações do que pode melhorar. O levantamento também vai buscar informações sobre o SQV (“Score de Qualidade de Vendas”).

SBBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *