Dia Nacional de Luta em defesa da Convenção Coletiva de Trabalho

image-bancarios-realizam-ato-em-defesa-dos-direitos-nesta-qu_04fda79e30ef06b9262712ddb4a4787b

Nesta quarta-feira, 11 de julho, os bancários de todo o país estarão mobilizados para o Dia Nacional de Luta em defesa da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). A mobilização é uma forma de cobrar os bancos que assinem o pré-acordo. Conforme o Sindicato vem alertando a categoria, em 2018, devido à entrada em vigor da Reforma Trabalhista, foi extinguida a ultratividade, que, conforme previsto em lei, assegurava os direitos previstos na CCT até a assinatura de um novo acordo.

Sem o pré-acordo, a partir de 31 de agosto, os bancos poderão deixar de pagar gratificação semestral, PLR, vales refeição e alimentação, auxílio-creche, plano de saúde ou contratar com salários abaixo do piso. A data base da categoria é 1º de setembro. A categoria tem se mostrado disposta a negociar e espera o mesmo dos bancos. Na quinta-feira, dia 12, está marcada mais uma rodada de negociações com a Fenaban. É importante lembrar que também não está garantida a mesa única de negociações, que garanta o mesmo acordo para bancos públicos e privados. Como, na primeira mesa, a Fenaban não quis garantir nem mesmo o calendário de negociações, o objetivo é sair desta segunda com o calendário, à exemplo do que ocorreu em anos anteriores.

Bancários e bancárias de todo o Brasil definiram como prioridade para a Campanha Nacional Unificada 2018 o respeito a todos os direitos previstos na CCT, garantia dos empregos, a defesa dos bancos e das empresas públicas, além de aumento real e PLR maior. Para ajudar a pressionar os bancos também pelas redes sociais, no dia dia 11, os bancários podem utilizar as hashtags: #TodosPelosDireitos e #AssinaFenaban.

Dia 13 de julho tem negociação específica da Caixa e do BB

A primeira rodada de negociação específica com a Caixa Econômica Federal para a Campanha Nacional dos Bancários 2018 será realizada na sexta-feira (13), em São Paulo. Na mesma data, ocorre a segunda mesa de negociação do BB.

Imprensa Seeb Pelotas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *