Frente Parlamentar busca apoio da Famurs para a defesa do Banrisul Público

11607_FD_1510167594

Representantes da Frente Parlamentar em Defesa do Banrisul Público se reuniram na manhã da quarta-feira, dia 08 de novembro, com o presidente da Famurs, Salmo Dias de Oliveira. O encontro aconteceu na sede da entidade que representa os municípios gaúchos, localizada em Porto Alegre. Na pauta do encontro, os impactos que a venda das ações do Banrisul terão na vida dos gaúchos, especialmente os que residem nas localidades onde o banco é a única instituição bancária.

Coordenador da Frente Parlamentar, o deputado estadual Zé Nunes (PT) disse que o apoio da Famurs e dos municípios é muito importante neste momento para enfraquecer a ideia do governo Sartori de vender as ações do banco. “O que está se construindo, com isso, é a privatização do Banrisul. Queremos que os prefeitos e os municípios entendam a gravidade desta situação e lutem conosco para evitar isso”, afirma.

O Banrisul está presente em 430 municípios gaúchos, dos quais 96 de forma exclusiva. Esses 96 municípios não dispõem de nenhuma outra agência de banco, público ou privado, a não ser do Banrisul. O diretor da Fetrafi-RS, Carlos Augusto Rocha, informou que 87% dos correntistas do banco recebem até três salários, perfil que não atende interesse dos bancos privados, por exemplo. Segundo ele, o enfraquecimento do Banrisul teria como primeira medida o fechamento de agências nos menores municípios, o que forçaria o deslocamento dos moradores para cidades vizinhas.

“Pequenos correntistas, servidores públicos e os municípios gaúchos serão os mais afetados com a possível privatização do banco”, informou. Complementando a importância do Banco para o Rio Grande do Sul, a diretora da Fetrafi-RS, Denise Falkenberg Corrêa, informou que hoje 90% do PIB gaúcho passa pelo Banrisul, de alguma forma. “É isso que a banca privada está de olho”, completou.

No fim do encontro, representantes da Frente Parlamentar em Defesa do Banrisul Público entregaram uma carta endereçada aos prefeitos gaúchos e uma cartilha com dados do Banco ao presidente da Famurs. Salmo Dias de Oliveira garantiu que um dossiê será enviado aos prefeitos sobre a venda das ações do Banrisul e que o assunto será debatido na próxima assembleia da entidade, que acontece dia 1° de dezembro.

Com informações da Fetrafi-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *