Banrisulenses e sindicalistas protestam contra desmonte do banco em frente às Suregs de Porto Alegre

IMG_20171027_091716526SuregWEB-708×350

Em defesa do Banrisul público. Contra a venda de ações do banco promovida pelo governo entreguista de Sartori. Contra o fechamento de agências fora do Rio Grande do Sul. Contra a exploração dos banrisulenses. Estas são algumas das reivindicações que motivam a manifestação realizada desde o início da manhã desta sexta-feira, 27/10, pelo SindBancários e Fetrafi-RS, reunindo dezenas de sindicalistas e funcionários, em frente a Superintendência Regional do banco (Sureg) em Porto Alegre.

Não é exagero dizer que a precarização das condições de trabalho e a execução de multitarefas são hoje a “cereja do bolo” da tal reestruturação. Como exemplo, basta ver que cada vez mais os caixas banrisulenses passam a ter também a função de vender seguros, consórcios e oferecê-los aos clientes. Apesar de tudo isso, colegas com mais de dez anos de atividade estão perdendo funções gratificadas, que deveriam já ter sido incorporadas aos seus salários.

Calendário de Mobilização

As manifestações desta sexta-feira antecedem um amplo Calendário de Mobilização para o Dia Nacional de Paralisação contra as Reformas do governo Temer e em defesa dos bancos públicos

Sexta-feira, 3/11: Banrisulense veste preto contra os ataques do governo Sartori ao Banrisul.

Terça-feira, 7/11: Assembleia dos Bancários para definir a participação no Dia Nacional de Mobilizações e Paralisações convocado pelas centrais sindicais

Sexta-feira, 10/11: Dia Nacional de Paralisação contra as antirreformas do governo golpista e ato de mobilização em defesa do Banrisul público e contra a venda de ações.

Sábado, 11/11: Assembleia Nacional dos Banrisulenses.

Fonte: Fetrafi-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *