Brasil corre risco de voltar ao Mapa da Fome

ytuhrtyurt

Diante do crescimento do desemprego e da destruição das políticas sociais no Brasil, a pobreza extrema volta a assombrar o Brasil. O programa “Natal sem Fome” foi relançado para tentar reduzir a desigualdade perante os projetos neoliberais do governo Temer.

A ONG Ação da Cidadania, fundada em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho, em parceria com a Organização das Nações Unidas, promoveu a volta da campanha para evitar que o país retorne ao Mapa da Fome. A iniciativa tinha parado desde 2007, com a redução da pobreza no país.

Após o golpe, o brasileiro tem sofrido com as políticas impostas pelo governo. E o pobre é o mais prejudicado. A inclusão social e a distribuição de renda, que ajudaram a melhorar a vida de milhões de pessoas, estão ameaçadas. O neoliberalismo perverso potencializa e impede o desenvolvimento da população.

Os cortes orçamentários também fomentam a fome no Brasil. O PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), que incentiva a produção de agricultura familiar criado no governo Lula, hoje sofre com a redução de recursos. Antes, cerca de R$ 700 milhões eram investidos. Para o ano de 2018, somente R$ 750 mil serão destinados ao projeto.

Fonte: SEEB Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *