BB fecha mais agências em Porto Alegre

desbancarização12Daniel Castellano-3219-kUqE-U201190556758bED-1024×576@GP-Web

Movimento sindical quer assegurar realocações sem prejuízos aos bancários

A nova fase da reestruturação no Banco do Brasil, “para variar”, foi anunciada de forma atropelada na sexta-feira, 21 de julho. Os clientes de diversas agências foram comunicados pela internet e por torpedo que sua agência iria mudar, entretanto os bancários das unidades atingidas nada sabiam sobre o assunto. Mais uma vez o Banco do Brasil tratou seus funcionários como números e eles foram os últimos a saber das migrações às quais seriam submetidos. A diretora da Fetrafi-RS, Cristiana Garbinatto participou de reunião nesta quinta-feira (3), com os representantes da Gepes/RS, Paulo Vignoto e da Super/RS, Giovani Castagna, na sede do Banco, em Porto Alegre, para obter mais informações sobre o processo no Rio Grande do Sul.

O maior problema denunciado à Fetrafi-RS ocorreu na Agência Avenida do Forte, sendo que a dependência fechará as portas no mês de agosto, e nenhum dos funcionários sabia o seu destino. O prefixo será utilizado para a criação de uma nova unidade Especializada em atendimento de Pessoa Jurídica, que será localizada no segundo andar da Agência Passo D´Areia.

Descomissionados

No início da reestruturação havia em torno de 230 bancários descomissionados no Estado. Atualmente,um pouco mais de 180 funcionários ainda não foram realocados. A direção do BB orientou que todos continuem tendo prioridade de realocação e que as novas nomeações sejam dentre eles no TAO especial. “Percebemos vários casos de nomeações em “cascata” onde algumas das vagas abertas foram destinadas a esses colegas”, observa Cristiana.

Segunda onda das reestruturações

Segundo informações do BB, nenhum cargo foi extinto e os bancários da Agência Avenida do Forte serão incorporados às unidade Chácara das Pedras, Zona Norte e nova Especializada em Pessoa Jurídica.

Escritório Digital

Conforme dos gestores do Banco, o Escritório Digital Pessoa Jurídica dobrará de tamanho com a migração de mais 15 carteiras das agências de varejo. Eles garantiram que haverá migração dos gerentes e dos assistentes junto com as vagas, sem necessidade de seleção para manutenção do cargo.

Especializada PJ

A nova Agência Especializada Pessoa Jurídica terá entre dez e doze carteiras migradas das agências varejo, com a mesma garantia de migração dos gerentes e assistentes.

Plano de Demissão Voluntária

Os gestores reafirmaram a posição do vice-presidente de Gestão de Pessoas do Banco do Brasil, que na semana passada negou a possibilidade de lançamento de mais um PDV (Plano de Demissão Voluntária). Segundo os representantes do BB, não há risco no momento porque faltam funcionários em algumas regiões do país, apesar de existir quadro excedente em outras. No caso do Rio Grande do Sul, não há concurso válido para nomeação de novos contratados.

Fonte: Fetrafi/RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *