Gerente do Bradesco, em São Paulo, humilha e desestimula equipe

assedio-bradesco

Cobranças desrespeitosas e humilhações fazem parte do dia a dia de quem tem de lidar diretamente com o gerente regional Tucuruvi, do Bradesco, em São Paulo. Diversas denúncias apontam que a prática de assédio moral do gestor é frequente e não é de hoje.

Uma das denúncias contra o gerente regional foi feita por meio do Assuma o Controle do Sindicato – instrumento de combate ao assédio e outros problemas nos locais de trabalho, previsto na CCT. O banco ficou de conversar com o gestor e reorientá-lo sobre como tratar os colegas de trabalho, mas parece que ainda não houve mudança de postura, pois as queixas contra ele continuam chegando até o Sindicato paulista.

Segundo os relatos de subordinados ao gerente, a cobrança pelo cumprimento das metas é feita de forma rude e constrangedora. Muitas vezes, os bancários são cobrados na frente de colegas, o que faz com que o funcionário se sinta ainda pior. Alguns, com vários anos de Bradesco, falam em pedir demissão. Protestos contra esse mesmo gerente assediador já foram realizados no final de 2016 e em fevereiro deste ano.

Os casos de assédio, infelizmente, são comuns em agências deste e de outros bancos por todo o país. Caso você sofra qualquer tipo de assédio por parte da gerência dos bancos, em Pelotas, entre contato com os diretores do Sindicato ou denuncie diretamente pelo telefone 53 3225-4066.

Com informações do Spbancarios

Montagem: Linton Publio/Seeb-SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *