Movimento sindical realiza nova marcha para Brasília na terça-feira (11)

marcha-a-brasilia

Os trabalhadores devem marchar até Brasília na próxima terça-feira (11/07) para pressionar, mais uma vez, os senadores sobre a votação da reforma trabalhista, que acontece na mesma data. A convocação feita pelas centrais sindicais e federações é para barrar, de uma vez por todas, o projeto que retira direitos históricos dos trabalhadores.

Além do teor neoliberal do texto, que beneficia os empregadores em detrimento dos trabalhadores, especialmente com a prevalência do negociado sobre o legislado, os senadores devem dizer não também a omissão da casa revisora, que se fechou à atribuição primordial de dissecar o texto e promover emendas mais do que necessárias apenas pelo pedido do governo Temer que, em carta, se comprometeu a fazer ajustes por meio de medidas provisórias. É demais.

Vale lembrar que o PLC 38/2017, da reforma, teve o requerimento de urgência aprovado por 46 votos a 19 na terça-feira (04/07). A tentativa desesperada de Temer, que é investigado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) por corrupção passiva, é aprovar o texto apoiado por banqueiros e grandes empresários antes do recesso parlamentar de julho. Muita pressa para destruir os direitos do povo.

Fonte: Seeb Bahia

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *