Relator diz que não tem clima para a reforma da Previdência

relator

 

Relator da proposta de reforma da Previdência Social na Câmara dos Deputados, o baiano Arthur Maia (SD) admite que dificilmente Michel Temer conseguirá aprovar o projeto no Congresso, por causa do que parece ser o ápice da crise política e moral que atinge seu governo, com uma denúncia contra ele por corrupção passiva e uma prestes a ser feita por obstrução judicial, ambas oferecidas pela Procuradoria Geral da República (PGR).

“Não tem clima para conversar sobre isso. A agenda do governo agora é a auto salvação”, disse Arthur Maia ao Política Livre. Ele pondera que acha difícil Temer cair, embora o governo esteja empregando todas as forças que lhe restam para derrubar a abertura da denúncia do Supremo Tribunal Federal (STF) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

“Acho que (a denúncia contra o presidente) não passa, mas como será o dia seguinte? A situação é de insegurança absoluta”, diz o deputado baiano. Arthur Maia avalia, por outro lado, que o governo deve conseguir aprovar no Senado a proposta de reforma da legislação trabalhista, já aprovada nas comissões de Constituição e Justiça e de Assuntos Econômicos da Casa e prestes a ser apreciada em plenário.

Para Maia, a proposta deve ser aprovada “não pela força do governo, mas pelo desgaste dos sindicatos, cujo radicalismo e visão atrasada dos problemas do país têm provocado indignação na população”.

Fonte: Brasil 247

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *