Senado avança em direção ao desmonte da CLT

20175408100659_clt.jpg

Com 14 votos a favor – 11 foram contra – os senadores governistas que compõem a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovaram, no final da tarde de terça-feira (06), o relatório da Reforma Trabalhista do relator Ricardo Ferraço (PSDB/ES), que não fez nenhuma alteração no texto aprovado por unanimidade pela bancada comandada pelo governo de Michael Temer (PMDB) na Câmara dos Deputados.

A sessão ininterrupta, que teve início às 10h, foi marcada pela aguerrida defesa da bancada de oposição, que comprovou, com argumentos, dados e números, que se essa reforma passar será o fim do emprego formal em todo o Brasil.

O PLC 38/2017 ainda vai passar pelas comissões de Constituição e Justiça e Assuntos Sociais antes de ir a plenário na votação final.

Fonte: CUT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *